20 Dec
Transitoriedades de Gênero
Lido 296 vezes | Publicado em Artigos Científicos | Última modificação em 21-12-2017 15:10:36
 
Cena da peça teatral BR-TRans Crédito: Reprodução/Web
tamanho do texto reduzir tamanho do texto aumentar tamanho do texto
Qualifique este item
(0 votos)

Este artigo da Revista e-metropolis nº 31 aborda o tema transitoriedades de gênero. Os pesquisadores Miguel Ribeiro e Ulisses Fernandes articulam conceitos do Teatro e da Geografia como expressão das relações socioespaciais. Ao analisar a peça teatral BR Trans, procuram mostrar debater a identidade de gênero e o espaço-lugar-vivido dos travestis.

O artigo "Transitoriedades de Gênero: a Geografia e o Teatro frente a uma questão de identidade em BR-Trans" é um dos destaques da Revista eletrônica e-metropolis.

Revista e-metropolis nº 31

 

INTRODUÇÃO

POR MIGUEL RIBEIRO E ULISSES FERNANDES

Na peça teatral BR-Trans, vemos, em acordo com o prefácio de Jean Wyllys na versão em livro da peça homóloga (PEREIRA, 2016a), uma clara alusão à transitoriedade entre o espaço absoluto e o espaço relativo através do discurso teatral. Como nos relata o comunicólogo, a alusão a uma BR-Trans pode tanto remeter a uma indevida analogia com “uma rodovia; lugar de trânsito, de deslocamento”, mas também, e fundamentalmente, aludir a uma metáfora que problematize “a condição de quem partiu, mas ainda não chegou; de quem se deslocou deliberadamente de um lugar em direção a outro, mas ainda está no caminho, no trânsito; de quem deixou um ethos, mas ainda está sem abrigo” (PEREIRA, 2016a, p. 7).

A transitoriedade advém da inter-relação entre aquilo que poderia ser tratado como um espaço absoluto (HARTSHORNE, 1978), mas que essencialmente se expressa na forma de um espaço vivido (FRÉMONT, 1980).

Nesse contexto, passemos a discutir a trajetória de vida do autor/ator e as transitoriedades de gênero e identidade, articulando Geografia e Teatro.


Acesse o artigo completo no site da Revista e-metropolis.



Etiquetado como:
O laboratório da Coordenação Nacional da Rede INCT Observatório das Metrópoles está temporariamente fechado, por conta do incêndio ocorrido, no começo de outubro, no Prédio da Reitoria da UFRJ.

Pedimos que os contatos sejam realizados pelos seguintes e-mails:

Elizabeth Alves
beth@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos administrativos

Karol de Souza
karol@observatoriodasmetropoles.net

Assessoria de Comunicação

Breno Procópio
comunicacao@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos Acadêmicos

Juciano Rodrigues
juciano@observatoriodasmetropoles.net