23 Jul
Revista e-metropolis n. 21
Lido 7023 vezes | Publicado em Artigos | Última modificação em 28-07-2015 21:44:13
 
Ilustração da edição nº 21 da revista e-metropolis Reprodução / e-metropolis
tamanho do texto reduzir tamanho do texto aumentar tamanho do texto
Qualifique este item
(1 vote)

O neoliberalismo no Brasil é o tema do artigo de capa da edição nº 21 da Revista Eletrônica e-metropolis. No texto, o autor Marcos Barcellos de Souza apresenta os principais vetores de penetração e difusão do neoliberalismo no Brasil e discute seus efeitos sobre os projetos de reescalonamento do Estado. Além disso, discute um possível retorno do país ao desenvolvimentismo.

Marcos Barcellos de Souza é doutor em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) em professor Substituto no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ). Eu seu artigo para a revista, ele adota uma perspectiva evolucionária e contraditória do neoliberalismo.

Souza procura destacar as complexas relações entre neoliberalização, descentralização, devolução, reescalonamento e financeirização, em uma abordagem sobre a neoliberalização que se assenta numa abordagem multiescalar e relacional. Ele utiliza argumentos inspirados na Abordagem da Regulação e na Abordagem Estratégica-Relacional do Estado para discorrer sobre o tema.

“Não seria possível, a priori, aplicar uma teoria do neoliberalismo ao caso brasileiro e comentar resultados prováveis. Na verdade, essa teoria não existe, dado que o neoliberalismo só pode ser entendido por experiências concretas, que o reformatam. Nesse sentido, a análise do próprio processo de neoliberalização no Brasil tem muito a informar sobre a evolução multiescalar e as genealogias do neoliberalismo, dada a sua natureza relacional”, destaca o autor na introdução do artigo.

Duas das seções do artigo são dedicadas à compreensão das formas de penetração do neoliberalismo no Brasil ao longo da década de 1980. Segundo o autor, tal período foi marcado pelo aprendizado institucional e democrático e por lutas entre projetos concorrentes de desenvolvimento. Ele ressalta que o desenrolar destas lutas foi determinante para a trajetória de neoliberalização no país. Na quarta e quinta seções do artigo, Souza analisa os momentos de roll back e roll out para, então, discutir um possível retorno do país ao desenvolvimentismo.

Acesse o artigo completo “Neoliberalização do Estado no Brasil: uma interpretação multiescalar” na edição nº 21 da Revista e-metropolis.

 



Etiquetado como:
O laboratório da Coordenação Nacional da Rede INCT Observatório das Metrópoles está temporariamente fechado, por conta do incêndio ocorrido, no começo de outubro, no Prédio da Reitoria da UFRJ.

Pedimos que os contatos sejam realizados pelos seguintes e-mails:

Elizabeth Alves
beth@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos administrativos

Karol de Souza
karol@observatoriodasmetropoles.net

Assessoria de Comunicação

Breno Procópio
comunicacao@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos Acadêmicos

Juciano Rodrigues
juciano@observatoriodasmetropoles.net